Filme – Produtora carioca fará documentário de Corumbá e seu Carnaval

Literatura – Livro que retrata as emoções humanas será lançado nesta quarta-feira
01/30/2018
Artes – Exposição Capivara Urbana está no Museu de Arte Contemporânea
02/02/2018

Filme – Produtora carioca fará documentário de Corumbá e seu Carnaval

Produtora Carla Mendes ajustando o equipamento de gravação. Foto: Morgana Carneiro

Existe um imã entre a Código Solar e o Mato Grosso do Sul! Desde 2006 a Produtora Carioca vem realizando inúmeros trabalhos no Estado! “Karajá” – Documentário e 2 Séries de TVs para o Programa Domingo Espetacular da Record e Canal Cine Brasil TV; filme sobre turismo “Bonito e Pantanal – O Brasil no seu Melhor” – vencedor do Prêmio de Melhor Filme de Ecologia e Turismo do Festival Internacional de Filme Turístico de Barcelos/Portugal (ART&TUR 2008); Documentário “Pantanal no Ar” – exibido nos Canais Cine Brasil TV, Fish TV, Woohoo e Play TV; Série de TV “Pantanal um Tesouso do Planeta” para o Jornal da Noite do SBT – vencedora do Prêmio de Melhor Série de TV nos Festivais de Cinema do Ceará e Festival do Filme de Aventura e Turismo (FATU); Filmes Institucionais para a Secretaria Municipal de Turismo de Bonito, Fazenda San Francisco, Buraco das Araras, Hotel Paraíso das Águas e Hotel Fazenda Cachoeira e Hotel Pousada Arizona (Bonito) e o Documentário “Pantanais do Pantanal”, produzido em 2016 e lançado em 2017 no Sesc Corumbá, no Rio e em Coxim!

E foi justamente a pesquisa de roteiro para o filme “Pantanais do Pantanal” que levou a história sobre a origem do Carnaval de Corumbá, tema do atual documentário que a Código Solar está, agora, produzindo na cidade, Patrocinado pela Prefeitura de Corumbá! Essa pesquisa aprofundou o conhecimento sobre a história de colonização de Corumbá e a influência cultural Carioca no Município, que ocorreu a partir do término da Guerra do Paraguai, quando a região passou por um maciço deslocamento de militares vindos do Estado do Rio de Janeiro, para consolidar a instalação da Marinha do Brasil em Ladário. Tal núcleo populacional interagiu na linguagem e nos costumes corumbaenses e influenciou diretamente numa das maiores festas populares do Pantanal: o Carnaval de Corumbá! Com escolas de samba que desfilam oficialmente em disputa por título, blocos de rua e muito samba, o Carnaval de Corumbá atrai, cada vez mais, multidões de todo o Estado de Mato Grosso do Sul e turistas nacionais e internacionais, que aproveitam o momento para unir o espetáculo da festa popular às belezas naturais do Pantanal.
Partindo dessa abordagem “Corumbá e o Carnaval do Pantanal” é um longa-metragem, para cinema e TV, que vai documentar toda história por trás do grande sucesso que o Carnaval de Corumbá se tornou! Depoimentos de fundadores e antigos integrantes de escolas de samba e blocos, carnavalescos, passistas, músicos e artesões, historiadores, empresários do trade turístico, turistas, foliões e outros personagens serão os condutores do roteiro do filme.

Além dos desfiles em si, o documentário vai abordar os bastidores do Carnaval de Corumbá. Ir nos barracões e sedes das agremiações para produzir entrevistas e imagens de confecção de fantasias, adereços e carros alegóricos, ensaios dos blocos e das escolas de samba e tudo mais que fizer funcionar a engrenagem da grande festa popular no Município.  Mesclar imagens do Rio com Corumbá para fazer um paralelo dessa história, será mais um recurso utilizado pela produção. Tais como: Cristo Redentor/Cristo Rei do Pantanal; Baía de Guanabara/Rio Paraguai; ensaios de Escola de Samba no Rio e em Corumbá e outros registros. Com destaque para as Escolas de Samba Mangueira, completando 90 anos; União da Ilha do Governador, com o personagem elo de ligação Rio/Corumbá, Paulo César Martins, o Índio, corumbaense, Sub-Oficial aposentando da Marinha do Brasil, prestou serviço na Base Naval de Ladário (MS), que assina a composição de mais de 15 sambas enredos das Escolas de Samba de Corumbá, sambas que inclusive consagraram-se campeões do Carnaval da cidade! E a Inocentes de Belford Roxo, do grupo de acesso do Rio, que levou para avenida, em 2012, temática sobre Corumbá. Momento esse em que muitas autoridades e populares da cidade desfilaram na Sapucaí. “Corumbá e o Carnaval do Pantanal” será um documentário que atuará como importante instrumento de divulgação do Carnaval e do Município de Corumbá! Depois de pronto, o filme será lançando no Rio de Janeiro e em Corumbá e participará de vários festivais de cinema nacionais e internacionais, bem como ser exibido, na íntegra, por canais parceiros da Código Solar.

O documentário vai ser coordenado pelo casal de profissionais da Código Solar, Marcelo de Paula e Carla Mendes, acompanhados da filha Morgana (9 anos), que irá auxiliar com imagens e fotos para a divulgação do filme. No dia 3 de fevereiro o Assistente de Direção e Câmera Adicional, Tadeu Carneiro, desembarca em Corumbá para se juntar à equipe. O documentário ainda recebe os Apoios: Hotel Santa Mônica; Pesqueiro da Odila e Restaurante Laço de Ouro.

Equipe – Marcelo de Paula (Coordenação Geral do Projeto e Direção do Filme). Há mais de 30 anos iniciou suas atividades profissionais como fotógrafo free lance. Como Fotógrafo recebeu dois Prêmios: Prêmio de Reportagem sobre a Biodiversidade da Mata Atlântica 2004 (Concurso promovido pela Fundação SOS Mata Atlântica e Conservação Internacional do Brasil), com matéria publicada na Revista de Domingo do Jornal do Brasil sobre o Parque Nacional do Itatiaia e Prêmio no Concurso Abrace Essas 10 – 2012 (Secretaria de Meio Ambiente do Estado do Rio de Janeiro). Produziu trabalhos para a Fundação Roberto Marinho (Livro Tom do Pantanal); para a ONG Conservação Internacional do Brasil (Parque Nacional da Amazônia); Fundação SOS Mata Atlântica (Livros e publicações) e Marinha do Brasil (Livro Navio Veleiro Cisne Branco). Realizou mais de 10 Exposições Fotográficas no Brasil e uma na Alemanha. Foi editor de imagens da TV Globo, redator do O Globo e assessor de imprensa dos Governos dos Estados Rio de Janeiro (área da Justiça) e Paraná (Jogos Mundiais da Natureza). Participou de grandes expedições esportivas e científicas em diversos parques nacionais brasileiros e regiões remotas do País e do mundo. Com destaque para as Expedições Rota Austral, Andes Amazônia e Karajá. Cobriu a Guerra da Iugoslávia para a Revista de Domingo do Jornal do Brasil e fez duas travessias oceânicas, sendo uma a bordo do Navio Veleiro Cisne Branco da Marinha do Brasil. Trabalhou para produtoras nacionais e internacionais antes de abrir a Código Solar Produções em parceria com a produtora Carla Mendes. Entre curtas, médias e longa metragem assina a direção, fotografia e roteiro em mais de 20 filmes e 5 Séries de TV (Expedição Rota Austral – 8 capítulos para o Programa Fantástico da Rede Globo; Expedição Karajá – O Filme – 5 capítulos para o Programa Domingo Espetacular da Record; Pantanal Um Tesouro do Planeta – 4 capítulos para O Jornal da Noite do SBT e Expedição Karajá e Pantanal Patrimônio Natural do Planeta – ambas com mais de 10 capítulos cada para o Canal Cine Brasil TV).

Obras selecionadas para participação oficial em festivais de cinema, exibidas em TVs e cines de várias regiões do Brasil. Como cineasta ganhou seis prêmios: Prêmio de Melhor Fotografia do Festival Brasileiro do Filme de Aventura e Turismo V FATU – 2009 – com o filme Navio Veleiro Cisne Branco – Uma Embaixada Flutuante; Prêmio de Melhor Série Ambiental de TV do Festival Nacional de Cinema e Vídeo Ambiental do Ceará 2008 e Melhor Série Ambiental de TV do Festival Brasileiro do Filme de Aventura e Turismo de 2010 – com a Série Pantanal Um Tesouro do Planeta; Prêmio Melhor Filme de Ecologia e Turismo do Art&Tur 2010 – Festival Internacional de Filmes de Turismo de Barcelos – Portugal com o filme Bonito e Pantanal – O Brasil no seu Melhor; Prêmio de Melhor Filme Lusófono do ART&TUR 2013 – Festival Internacional de Filmes de Turismo de Barcelos – Portugal – com o filme Aventuras a Bordo do Veleiro Papa-Léguas; Prêmio de Melhor Filme Produzido na Região – 8º Curta Cabo Frio 2014 – com o filme O Mico-Leão-Dourado de Cabo Frio.

Carla Mendes (Produção e Montagem). Da produção à finalização, Carla Mendes conhece toda a engrenagem da indústria do audiovisual. Como proprietária da Código Solar Produções, desde 2001, aprendeu o passo a passo da construção de um roteiro em filme e, posteriormente, a transformação desse filme de cinema ou TV em Obra Audiovisual, seguindo todos os trâmites legais necessários junto aos órgãos competentes da indústria cinematográfica brasileira. Com mais de 15 anos de experiência, produziu e editou mais de 30 filmes e 5 séries de TVs. No segmento documentário socioambiental, exibidas nos conceituados programas: Fantástico – Rede Globo; Domingo Espetacular – Record e Jornal da Noite do SBT e Canal Cine Brasil TV. Aliada a essa expertise, formada em Direito, auxilia em todos os processos de legalização dessas Obras. Atuando desde a regularização das certificações na Agência Nacional do Cinema até a posterior negociação e comercialização das Obras para canais de TVs nacionais e internacionais, abertos ou fechados. A Produtora a qual também é sócia juntamente com Marcelo de Paula, ganhou seis prêmios de cinema e TV, sendo dois deles internacionais. E ainda exibiu conteúdos nos seguintes canais de TVs: Globo, Record, SBT, SESC TV, TV Senado, TV Câmara, TV Brasil, Cine Brasil TV, Curta, Play TV, Woohoo, Fish TV etc.

Tadeu Carneiro (Assistência de Direção e Câmera Adcional) – Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Trabalhou de 2012 a 2016 na Produtora ParaRaio Filmes, atuando como editor em filmes publicitários, documentários e campanhas políticas. Em 2014 foi editor do documentário curta metragem “Marlene – Histórias de um Forró”, vencedor da Mostra Competitiva Regional do Festival Primeiro Plano. Em 2015 e 2016 editou os curtas ficcionais “Azul” e “1206”, ambos selecionados para o Short Film Corner do Festival de Cannes. Atualmente compõe a equipe do Inhamis Studio (www.inhamis.com), produtora de Juiz de Fora (MG) focada no cinema independente regional e clipes musicais. Com destaque para a produção dos documentários: “Dores” e o
curta ficcional “Sardas”, ambos realizados com a Lei Municipal de Incentivo Murilo Mendes. Código Solar Produções – (https://www.facebook.com/codigosolarproducoes/) Produtora Independente de Cinema que está há mais de 16 anos inserida no Mercado Audiovisual Brasileiro produzindo conteúdos (documentários, séries e reportagens jornalísticas) para diversas TVs abertas e fechadas: Globo Repórter, Fantástico e Jornal Hoje (TV Globo); Domingo Espetacular (TV Record); Jornal da Noite do SBT; Sexta Independente (TV Brasil); TV SESC/SENAC; TV Senado; Canal Curta; Cine Brasil TV; Arte 1; Canal Brasil; Woohoo; Box Brasil TV; Fish TV entre outras. (Assessoria)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *