Show – Projeto Boa Nova com clássicos da MPB no Sesc Morada dos Baís

Teatro – Minha Vida em Marte”, com Mônica Martelli nos dias 24 e 25 no Palácio
03/01/2018
Projeto – City Tour Poético-Musical valoriza a cultura e a história da Capital
03/05/2018

Show – Projeto Boa Nova com clássicos da MPB no Sesc Morada dos Baís

Muita MPB nesta sexta(2) no Sesc com artistas do Mato Grosso do Sul. (Foto: Gabriel Gabino)

Nesta sexta-feira (2), às 20 horas no Sesc Morada dos Baís acontece um  show diferenciado e interessantes com vozes de artistas sul-mato-grossenses cantando e tocando da Música Popular Brasileira e Bossa Nova. É o projeto Boa Nova que nasceu da ideia do baterista Luiz Marcelo de Oliveira de unir em um único show canções clássicas da Bossa Nova e da MPB e também outras pouco conhecidas.  Músico há 20 anos, Luiz Marcelo compilou, neste projeto, a diversidade musical da Bossa Nova e da MPB. Os dois gêneros são conhecidos e respeitados pela sonoridade apurada e também pela riqueza poética das letras.

Tendo como principais expoentes Tom Jobim, Vinícius de Moraes, Chico Buarque, Milton Nascimento, Gilberto Gil, Ivan Lins, Djavan, a Bossa Nova e a MPB sem dúvida, estão entre os gêneros musicais mais brasileiros. Por isso, nada melhor que um time de músicos e intérpretes renomados de Mato Grosso do Sul para dar voz ao projeto.

Desde a concepção do projeto até o show que acontece nesta sexta-feira (02) no Sesc Morada dos Baís foram sete meses de muito trabalho para escolher repertório, as participações especiais e arranjar as músicas, a ideia é preservar a identidade sonora de cada composição, mas adicionar pequenas adaptações do baterista e também dos convidados para deixar o show ainda mais intimista.

Para o show desta sexta, Luiz Marcelo dividirá o palco com os músicos Igor Canazilles (voz e violão); Gabriel de Andrade (guitarra), Gabriel Basso (contrabaixo) e contará com a participação do instrumentista José Carlos Neves (contrabaixo) e dos cantores Maria Cláudia e Marcos Mendes. Cada convidado, com sua interpretação, imprime emoção e sonoridade diferente a canções clássicas como Corcovado e Chovendo na Roseira de Tom Jobim. O show terá algumas surpresas no repertório, que conta também com canções regionais de grandes ícones da música sul-mato-grossense como Almir Sater e Geraldo Espíndola. (Com Assessoria)

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *