Show – Tonico da Viola mostra seu bom samba domingo na Concha Acústica

Curso – Aline Figueiredo ministra curso sobre Arte Brasileira no Sesc Cultura
06/04/2018
Teatro – “Guardiões” será apresentada a partir de amanhã no Circo do Mato
06/07/2018

Show – Tonico da Viola mostra seu bom samba domingo na Concha Acústica

Tonico da Viola canta neste domingo no Parque das Nações Indígenas.

Ele é daqueles raros cantores de samba quando se fala de “bom samba” em Mato Grosso do Sul. Simplesmente Antônio Dionísio de Oliveira conhecido artisticamente como “Tonico da Viola” estará neste domingo no projeto da Concha Acústica, no Parque das Nações Indígenas apresentando seu novo show, a partir das 18 horas e com certeza irá agradar a todos que apreciam um excelente repertório no gênero.

Começou sua carreira artística aos 17 anos em São Paulo, onde atuou durante uma década levando requinte e bom gosto musical em diversas casas noturnas paulistanas, dentre as quais as mais famosas: Casa Blanca, Começar de Novo, Teleco-Teco, Maksoud Plaza, Inferninho, entre outras. Chegando em Mato Grosso do Sul fundou o trio “Pé de Moleque” junto com os músicos: Orlando da Gaita, Vlajones conhecido como “Pacote”, Néio de Jesus, Kaká e Bibi do Cavaco. Esse grupo trabalhou bastante nas casas noturnas de Campo Grande de então, como: Gerais. Senzala, Confidência Mineira.

A partir daí surgiu a ideia que veio do percussionista  Néio de Jesus e do grande músico e maestro Bibi do Cavaco de convidá-lo a fundar  “Grupo Zuera” que tocou com diversos artistas de renome nacional, em destaque: Martinho da Vila, Alcione, Zeca Pagodinho, Fundo de Quintal, Jovelina Pérola Negra, Eliane de Lima e outros. Há de se destacar, Tônico da Viola além do dom musical, como autodidata grande musicista com seu violão e composições que eternizam o samba romântico. Dentre suas composições destaca-se: “Cantando a Tristeza”, “Ânsia Louca”, “Falei de Amor”, “Desamor”, “Tentando Disfarçar” e “Há um Lugar”.

Como interprete tem o dom de reformar arranjos musicais de forma a abrilhantar as canções de: Diogo Nogueira, Roberto Carlos, Zeca Pagodinho, Jorge Aragão, dentre outros. Participou dos seguintes eventos: Festival América do Sul em Corumbá, Abertura do Show de Diogo Nogueira em Campo Grande, abertura do Show de Martinho da Vila e Fundo de Quintal em Corumbá, 40 anos de Campo Grande. Sem dúvida, que comparecer na Concha Acústica neste domingo, sairá encantado com o trabalho desse grande artista.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *