Show – Frejat canta neste sábado seus maiores sucesso com violão

Dança – Espetáculo no Teatro Prosa do Sesc traduz relações na era virtual
06/23/2018
Artes Plásticas – O Bugre foi pintar no céu: morre o artista Ilton Silva
06/24/2018

Show – Frejat canta neste sábado seus maiores sucesso com violão

Frejat canta neste sábado no Palácio Popular da Cultura.

Neste sábado ele sobe ao palco do Palácio Popular da Cultura, às 20h30min para mostrar seu trabalho intimista (voz e violão). Sem dúvida será um grande momento para aqueles que forem assistir esse trabalho de um grande artista. Sua mãe é de origem judaica e seu pai de origem árabe. Frejat gostava de Janis Joplin e Ângela Rô Rô, além de se interessar por MPB e pelo rock brasileiro que emergia. Com Cazuza, compartilhava o Barão Vermelho e a afinidade musical. Casado com Alice Pellegatti tem um filho, Rafael, que também é músico e realiza shows com uma banda solo na qual toca o baixista Frederico Israel, filho do músico George Israel. Em 1981, Frejat fundou o Barão Vermelho junto com  Maurício Barros e Guto Goffi. Mais tarde ingressariam Dé e Cazuza. A princípio, o Barão Vermelho se limitava a tocar músicas conhecidas de outras bandas. Foi aos poucos que Frejat e Cazuza começaram a compor suas próprias canções e montar um repertório próprio. O primeiro LP, intitulado “Barão Vermelho”, não foi sucesso de vendas.

Contudo, a banda continuou produzindo e a partir do álbum “Maior Abandonado” a banda ganhou projeção ao emplacar “Bete Balanço”, tema de filme homônimo. Em 1985, o Barão Vermelho se apresenta no Rock in Rio, mesmo ano em que Cazuza deixava a banda para dedicar-se a carreira solo. Frejat assume os vocais e a parceria com Cazuza se mantém. Em 30 anos de carreira e treze álbuns lançados, são músicas de grande sucesso: ” Todo Amor Que Houver Nessa Vida”, “Pro Dia Nascer Feliz”, “Maior Abandonado” “Eu Queria Ter Uma Bomba”, “Pedra, Flor e Espinho”, “O Poeta Está Vivo”, “Pense e Dance” e “Por |Você”. Ao longo dos anos, a banda sempre se manteve ativa, atraindo novos fãs além daqueles que os acompanhavam desde o início. A liderança carismática de Frejat e apoio mútuo dos integrantes manteve o Barão coeso ao longo dos anos. Em 2017 deixa definitivamente o grupo.

Em 2001, lançou seu primeiro álbum solo Amor pra Recomeçar. Obteve sucesso com a faixa-título, e também com “Homem não Chora”, “Segredos” e “Quando o Amor Era Medo”. Participaram vários artistas, incluindo Caetano Veloso, Gal Costa, Cássia Eller e Ney Matogrosso. Em 2003 lança seu segundo álbum Sobre Nós Dois e o Resto doMundo e, em 2008,  Intimidade entre Estranhos. Nesse momento, realizou uma turnê pelo Brasil para divulgação do trabalho e tocou no Rock in Rio show mais tarde registrado no álbum Frejat ao Vivo – Rock In Rio.

Em setembro de 2017, Frejat oficializou sua saída do Barão Vermelho. Até então ele conduzia sua carreira solo juntamente como vocalista e guitarrista do Barão Vermelho. Dias depois, ele lançou o single “Tudo se Transforma”, o primeiro após a renúncia ao posto de vocalista e guitarrista do Barão Vermelho. Seu primeiro show após o anúncio foi no Rock in Rio 2017, na estreia da turnê “Tudo se Transforma”. Os ingressos poderão ser adquiridos através do site www.abappaiproduções.com.br ou naloja 1\4 Colchões, na Avenida Afonso Pena 3835.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *