Crítica – Rapper Gog encanta e faz um show lindo na Feira Literária de Bonito

Teatro – Grupo Palco Sociedade Dramática encena no Prosa Sesc Horto
07/10/2018
Show – Banda Gessy & The Rhivo Trio nesta quinta-feira na Morada dos Baís
07/12/2018

Crítica – Rapper Gog encanta e faz um show lindo na Feira Literária de Bonito

Rapper Gog fez um show maravilhoso em Bonito. (Foto AF)

A Feira Literária de Bonito 2018 teve vários momentos marcantes e entre eles está o show do rapper brasiliense Genival Oliveira Gonçalves, mais conhecido como Gog. Sem dúvida, das apresentações musicais foi o mais tocante. A voz da periferia brasileira foi levada até a cidade que atraiu milhares de turistas para ver suas belezas e que pagam um preço não tão barato infelizmente para os passeios e até mesmo hospedagem.

Gog mostrou com seu “parças” porque é considerado um dos principais rappers do país, com suas letras que mostram a realidade de um povo sofrido, mas que não cansa de lutar por melhorias. O interessante nas letras do “poeta do rapper”, é que suas composições não são ofensivas como ocorre com alguns rappers brasileiros. Gog mostra a realidade triste de um povo mas sempre com esperança de vencer.

Gog é o cara do “Cartão Postal Bomba!”, da coletânea “Rap Ataca”, do selo Kaskata’s, onde gravou a música “A Vida”, o que foi sua primeira gravação oficial. Ele é o cara que de 1994 a 2000 lançou quatro discos e que explodiram nas comunidades: Dia-a-Dia da Periferia, Prepare-se, Das Trevas à Luz e CPI da Favela, Gog CoMvida, Familia Gog, Tarja Preta (que aliás recebeu o Prêmio Hutúz de melhor disco do ano). Uma carreira hoje  maravilhosa e que não larga sua ideologia, mostrando assim no disco           ‘Mumm – Ra High Tech’, seu 11º disco, seguindo fiel à sua trajetória, agora sob uma roupagem que mescla beats eletrônicos.

Gog mostrou em Bonito que consegue atingir no coração das pessoas e principalmente dos jovens. Notou-se que o público jovem foi o que mais mostrou-se interessado na voz do artista, no que ele transmitia a cada música, a cada poema, a cada grito de liberdade poética. Mato Grosso do Sul ganhou um grande presente nessa Feira Literária de Bonito com a apresentação de Gog. A produção da Flib acertou em cheio e espera-se que Gog retorne ao Estado para mais uma vez soltar esse grito que vem do povo. Valeu e vale sempre ouvir esse grande artista brasileiro.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *