Show – Trovadores do Tempo é a atração no Teatro Prosa Sesc Horto

Fotografia – “Liberto a Alma – Valorização da Mulher Negra” no Bosque dos Ipês
11/20/2018
Literatura – Rubenio Marcelo e Helita Serejo em evento na Academia de Letras
11/28/2018

Show – Trovadores do Tempo é a atração no Teatro Prosa Sesc Horto

Trovadores nesta quinta e sexta no Horto

Nesta quinta e sexta-feira, às 20 horas, no Teatro Prosa – Sesc Horto, o campo-grandense poderá assistir o trabalho musical de 20 anos de muito  sucesso do Grupo Trovadores do Tempo.  A entrada de graça, com a doação de 1Kg de alimento não perecível (iniciativa do grupo) e é necessário chegar 30 minutos antes para retirar o ingresso

 Neste espetáculo o grupo conta com a participação de amigos músicos instrumentistas que  fazem parte da “família Trovadores” nos eventos e cerimônias em que se apresentam. A paixão pela música e pelo teatro fez nascer em 1998, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, o Grupo Vocal Trovadores do Tempo, inspirado nos trovadores do século XI.

No decorrer destes 20 anos de trabalho  o grupo, que teve como ponto de partida a música à capella (ou seja, sem acompanhamento instrumental), montou dois grandes espetáculos cênicos com esta proposta: o primeiro, “Uma Viagem Através da Música”, que foi apresentado em  Mato Grosso do Sul  e no Rio de Janeiro. E o segundo,  “Uma Viagem pelo Trem do Pantanal”, com repertório regional,  e que culminou com a gravação de um cd.

Nos espetáculos “In Concert” e dos “15 Anos” o grupo, assim como agora, também contou com a participação de músicos instrumentistas. Atualmente o grupo é formado por   Adriane Cação ( contralto), Daniel Aigner (tenor),  Miska Thomé (meio-soprano), Roger  Sedlacek Fibíger  (barítono) e Simone Vieira Carvalho Gomes (pianista e diretora).

No Show “20 anos em trovas”  participam os músicos Alexandre Reis (violino), Daniel Godoi (violoncelo), Eliziel Arantes (trompete), Marcelo Santos (sax e flauta) e Waldomiro Siqueira (percussão). Uma inovação do grupo para este espetáculo será a tradução em libras (linguagem de sinais)  feita pelo Bruno Lourenço. Na equipe técnica  quem assina a iluminação é  o ator e iluminador Espedito Montebranco, no som “Ilson Sonorização”  com o técnico Waldecir Francisco,  registo fotográfico de  Vania Jucá , fotos e design gráfico de Lucas César.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *